avesdeportugal.info
© avesdeportugal.info - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por CiberAjuda.com
Açor
Accipiter gentilis
Esta rapina surpreende pela agilidade do seu voo poderoso por entre as árvores de um bosque.
Identificação
Ave de rapina de hábitos discretos, é bastante semelhante na forma e padrão da plumagem ao gavião,
possuindo também barras horizontais no peito e abdómen, e um tom acinzentado no dorso. Distingue-se
sobretudo pelas maiores dimensões, asas mais robustas, cauda proporcionalmente mais comprida e
cabeça projectada. Os imaturos têm riscas verticais em vez de barras horizontais. O açor tanto pode ser
encontrado a voar por entre a ramagem das árvores de bosques densos, como planando acima das
mesmas em correntes térmicas ascendentes.

Abundância e calendário
O açor é uma espécie pouco comum, dependente de zonas florestadas. Sendo residente, ocorre durante
todo o ano, podendo mais facilmente ser observado no início da Primavera durante as paradas nupciais. É
mais frequente a norte e junto ao litoral que no sul.
Fatbirder's Top 1000 Birding Websites
Onde observar


Entre Douro e Minho – pode ser observado na serra do Gerês, em zonas de mais densa
florestação.

Trás-os-Montes – os melhores locais de observação desta espécie encontram-se na
serra de Montesinho.

Beira Litoral – presente nos pinhais de Mira, embora em baixas densidades. Também se
observa na zona do paul da Madriz.

Beira interior – presente em baixas densidades, pode ser observado nas zonas
densamente florestadas do Pinhal Centro.

Lisboa e Vale do Tejo – ocorre na serra de Montejunto. Pode também ser observado na
serra de Sintra, especialmente durante o Inverno.

Alentejo – bastante raro, ocorre como reprodutor na zona de Barrancos.

Algarve – os melhores locais de observação são a serra do Caldeirão e o Cabo de Sao
Vicente. Neste último local, é observado durante a passagem migratória outonal.