avesdeportugal.info
© avesdeportugal.info - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por CiberAjuda.com
Rouxinol-grande-dos-caniços
Acrocephalus arundinaceus
O canto arranhado desta grande felosa é um dos sons mais característicos dos nossos caniçais durante a
Primavera.
Identificação
É a maior das nossas felosas, sendo quase do tamanho de um pequeno tordo. A plumagem é totalmente
castanha, notando-se a garganta esbranquiçada. O seu canto estridente, muito característico, é composto
por diversas notas arranhadas que são entoadas aos pares, em longas sequências. A designação
“rouxinol” poderá derivar do facto de esta espécie cantar também durante a noite.

Abundância e calendário
Esta espécie é relativamente comum em Portugal e distribui-se um pouco por todo o país, mas a sua
distribuição é bastante fragmentada devido às especificidades do habitat que frequenta. Este consiste em
zonas húmidas com vegetação emergente bem desenvolvida, como caniçais e tabuais em pauis e valas,
mas também ocorre em ribeiras marginadas por árvores de folhagem densa. É um visitante estival, que
chega geralmente a partir de finais de Março ou início de Abril e está presente no país até Agosto.
Onde observar

O rouxinol-grande-dos-caniços pode ser encontrado nas zonas húmidas de norte a sul do país,
sendo mais fácil de observar na metade litoral, devido à maior disponibilidade de habitat.

Entre Douro e Minho – pouco abundante nesta região, observa-se por vezes no estuário
do Minho.

Trás-os-Montes – raro nesta região, ocorre localmente junto a alguns açudes com
vegetação emergente.

Litoral Centro –  é comum na ria de Aveiro, no paul da Madriz e no paul do Taipal (Baixo
Mondego), podendo também ser visto no paul de Tornada e na lagoa de Óbidos.

Beira interior – pode ser visto com regularidade na albufeira de Santa Maria de Aguiar.

Lisboa e Vale do Tejotem uma distribuição ampla nesta região, podendo ser visto nas
lezírias da Ponta da Erva, nas salinas de Alverca, no paul da Barroca, na várzea de Loures,
no paul do Boquilobo, na lagoa da Salgueirinha, na lagoa de Albufeira e na região de
Coruche.

Alentejodistribui-se pela maior parte da região e ocorre em numerosos açudes e
ribeiras; os melhores locais para o observar são: o estuário do Sado, a lagoa de Santo
André e a zona de Elvas.

Algarveobserva-se no paul de Lagos e no Ludo.
Sabe quando chegam os primeiros
rouxinóis-grandes-dos-caniços?
Veja as datas
aqui
Fatbirder's Top 1000 Birding Websites