avesdeportugal.info
© avesdeportugal.info - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por CiberAjuda.com
Andorinhão-real
Apus melba
Apesar de ser claramente maior que os seus congéneres, é geralmente o ventre branco do andorinhão-real
a característica que primeiro chama a atenção, quando esta ave aparece no meio dos outros andorinhões.
Identificação
O andorinhão-real é uma das espécies mais fáceis de distinguir, pela sua característica forma de
conspícuas manchas brancas na garganta e no peito. Trata-se de uma espécie de maiores dimensões que
as congéneres que ocorrem no nosso território. O chilrear que produz é um dos mais fáceis de identificar,
sendo comum detectar-se o chamamento antes de ver as aves, sobretudo quando estas voam a grande
altura.

Abundância e calendário
Este andorinhão é pouco comum e tem uma distribuição muito fragmentada, existindo em zonas bem
definidas. Está bastante associado a zonas rochosas tais como vales de rios encaixados, áreas serranas e
falésias costeiras. A espécie está geralmente presente no nosso território entre Março e Setembro.

Os dois melhores locais de observação do andorinhão-real situam-se nos dois extremos do
nosso território: o nordeste transmontano e o litoral rochoso da costa algarvia

Trás-os-Montes – observa-se com facilidade na zona do Douro Internacional, por
exemplo em Miranda do Douro, no Picote e no Penedo Durão.

Litoral Centro –  pouco comum, ocorre localmente ao longo da faixa costeira a sul do
Cabo Mondego, encontrando-se os melhores locais de observação são nas falésias da
Nazaré e de São Martinho do Porto; pode ainda ser visto na serra de Sicó.

Beira interior – pouco comum, ocorre na zona de Figueira de Castelo Rodrigo. Por vezes
observa-se também na serra da Estrela durante o Verão. Costumava nidificar na zona de
Segura mas já não ocorre nesta zona.

Lisboa e Vale do Tejo pode ser visto na serra de Montejunto e na serra da Arrábida.

Alentejoo andorinhão-real é pouco comum no Alentejo, podendo ser observado com
regularidade apenas no cabo Sardão. Ocasionalmente aparece na zona de Marvão.

Algarve comum ao longo do litoral rochoso, ao cabo de São Vicente, mas também entre
Portimão e Albufeira, e para norte, na zona de Aljezur.
Sabe quando chegam
os primeiros andorinhões-reais?
Veja as datas
aqui
Fatbirder's Top 1000 Birding Websites