avesdeportugal.info
© avesdeportugal.info - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por CiberAjuda.com
Borrelho-grande-de-coleira
Charadrius hiaticula
Identificação
Os adultos em plumagem de Verão são fáceis de identificar pela coleira preta no peito e pelas patas
cor-de-laranja. Os juvenis e os adultos em plumagem de Inverno apresentam a coleira incompleta, mas
mais espessa que a do
borrelho-de-coleira-interrompida. Distingue-se do borrelho-pequeno-de-coleira pela
risca alar (visível em voo), pela ausência de anel ocular amarelo, pelas patas alaranjadas e pela vocalização
(que consiste num chamamento dissilábico ascendente).

Abundância e calendário
É uma das limícolas mais comuns nos estuários portugueses. No nosso país ocorrem indivíduos
invernantes e também migradores de passagem, havendo grande variação do número de indivíduos de
mês para mês, mas a espécie pode ser vista durante quase todo o ano (sendo contudo muito escassa de
meados de Maio a meados de Julho). Os habitats onde é mais frequente são os estuários e as salinas.
Os borrelhos têm uma forma peculiar de se movimentar: dão alguns passos e depois ficam estáticos, como
que fitando o observador.
Onde observar

Fácil de observar em qualquer zonas húmidas costeiras, especialmente nas que se encontram
sujeitas à influência das marés.

Entre Douro e Minhopode ser visto regularmente no estuário do Minho, no estuário do
Lima e no estuário do Cávado.

Litoral centroa ria de Aveiro, o estuário do Mondego e a lagoa de Óbidos são três bons
locais para ver este borrelho. Por vezes observam-se pequenos bandos na zona de São
Martinho do Porto.

Lisboa e Vale do Tejomuito abundante no estuário do Tejo, podendo ser visto com
facilidade no sítio das Hortas e nas salinas de Alverca. Por vezes também se observa, em
números reduzidos, na costa do Estoril.

Alentejoo estuário do Sado é o principal local de ocorrência na região, sendo também
aquele onde a espécie pode ser vista mais facilmente; também pode ser visto no estuário
do Mira e na lagoa de Santo André; esporadicamente observa-se no interior, em albufeiras.

Algarvea presença deste borrelho é regular na ria de Alvor, na ria Formosa, nas salinas
de Santa Luzia e no sapal de Castro Marim.
Fatbirder's Top 1000 Birding Websites