avesdeportugal.info
© avesdeportugal.info - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por CiberAjuda.com
Pica-pau-galego
Dendrocopos minor
De hábitos muito discretos, o macho do mais pequeno dos pica-paus
portugueses ostenta um característico barrete vermelho bastante vivo para
uma ave que vive no meio da folhagem densa.

Identificação
Este é o mais pequeno pica-pau presente no nosso território (tambem é
conhecido pelo nome de pica-pau-malhado-pequeno). As suas reduzidas
dimensões permitem separá-lo do
pica-pau-malhado-grande. Para além
das características manchas brancas no dorso que contrastam com a cor
negra, e do peito branco, o macho apresenta um barrete vermelho que
chega à testa. Já a fêmea não apresenta outra coloração na totalidade da
plumagem para além do preto e do branco.
Abundância e calendário
Este pica-pau é pouco comum, residente, ocorrendo durante todo o ano. Um pouco mais abundante a sul do
Tejo que a norte, os seus hábitos discretos, a sua baixa densidade e o habitat em que ocorre, não facilitam
a sua observação. Frequenta principalmente meios florestais bem desenvolvidos, nomeadamente
sobreirais, carvalhais e matas ribeirinhas.
Onde observar

Os melhores locais para a observação do pica-pau-galego são os montados de sobro bem
desenvolvidos.

Beira interioreste pica-pau pode ser avistado no planalto de Almeida e na zona de
Pinhel.

Lisboa e vale do Tejoobserva-se esporadicamente na serra da Arrábida e no paul do
Boquilobo. Também aparece na cidade de Tomar.

Alentejosão bons locais de observação: as zonas de Cabeção-Mora e Arraiolos, a serra
de Grândola, a serra do Cercal, a ribeira do Divor e o estuário do Sado. No norte
alentejano pode ser encontrado com regularidade na zona de Castelo de Vide e também
junto à barragem da Póvoa.

Algarvepode ser visto na serra do Caldeirão e, mais raramente, na serra de Monchique.
Fatbirder's Top 1000 Birding Websites