avesdeportugal.info
© avesdeportugal.info - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por CiberAjuda.com
Escrevedeira-dos-caniços
Emberiza schoeniclus
Identificação
O macho é fácil de identificar: tem a cabeça-preta com um bigode branco, o peito e o ventre branco
acinzentados e o dorso e as asas castanhos com riscas. A fêmea é menos contrastada, mas o bigode
branco permite geralmente uma boa identificação.
Abundância e calendário
Contrariamente aos outros membros da sua família,
esta escrevedeira encontra-se muito ligada às zonas
húmidas, podendo ser bastante comumneste tipo de
habitats e estar totalmente ausente das zonas
circundantes.É particularmente comum em caniçais,
sapais e mesmo restolhos de arroz, sendo estes os
melhores habitats para procurar esta espécie.

Apesar de haver uma pequena população nidificante na
metade norte do território, é no Outono e no Inverno que
a escrevedeira-dos-caniços pode ser encontrada com
mais facilidade, sobretudo nas grandes zonas húmidas
costeiras. Está presente geralmente entre Outubro e
Março. Durante a época de reprodução a
escrevedeira-dos-caniços é consideravelmente mais
escassa e difícil de encontrar, sendo a Ria de Aveiro um
dos poucos locais onde a espécie ainda pode ser
observada nessa época do ano.
Onde observar

As zonas húmidas com caniçais e sapais são os locais onde esta espécie pode ser vista com
mais frequência.

Entre Douro e Minho o estuário do Minho reúne as melhores hipóteses de observação
nesta região, havendo igualmente registos desta escrevedeira na veiga de São Simão.

Litoral Centro A zona de Salreu (Estarreja) e os pauis do baixo Mondego (como o paul
do Taipal e o paul da Madriz) são os locais da zona centro onde a espécie é mais regular.
Outro local onde ocorre com regularidade, embora em números mais reduzidos, é a lagoa
de Óbidos.

Lisboa e Vale do Tejoo estuário do Tejo (particularmente a zona da Ponta da Erva)
destaca-se como o melhor local da região para observar esta escrevedeira, que pode ser
localmente abundante, por exemplo nos vastos arrozais e também ocorre nas salinas de
Alverca. Outro local de ocorrência na região é a lagoa de Albufeira.

Alentejopode ser vista com regularidade no estuário do Sado e na lagoa de Santo
André. Mais para o interior, tem sido registada a sua ocorrência nos arrozais da lagoa dos
Patos.

Algarvea espécie é observada por vezes na ria de Alvor.
O característico “psiu” descendente e monossilábico denuncia a presença de uma escrevedeira-dos-
caniços. Esta espécie discreta pousa por vezes no topo de um caniço ou de um arbusto, deixando-se
então observar relativamente bem.
Fatbirder's Top 1000 Birding Websites