avesdeportugal.info
© avesdeportugal.info - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por CiberAjuda.com
Barragem do Monte da Rocha
Perdida na parte ocidental do Baixo Alentejo, a barragem do
Monte da Rocha tem merecido pouca atenção por parte dos
ornitólogos. Contudo, esta zona tem um potencial
ornitológico que merece ser destacado.
Visita:
Partindo de Ourique, toma-se a estrada nacional 123 em
direcção a Odemira. Ao longo desta estrada existem, do
lado esquerdo, diversos ninhos de
cegonha-branca que
merecem ser inspeccionados, pois servem de suporte à
nidificação de diversos casais de
pardal-espanhol, que
aqui se misturam com o pardal-comum. A concentração
mais interessante situa-se entre os km 53 e 52. Também
do lado esquerdo aparece um pequeno açude, observável
a partir da estrada, que é frequentado por
frisadas,
pernilongos e outras aves aquáticas.
Prosseguindo pela estrada e virando à direita no primeiro
cruzamento (EN 264-1), rapidamente se chega ao
paredão
da barragem
, a partir de onde se obtém uma boa
perspectiva sobre a albufeira.
Durante a época de nidificação é habitual observar aqui o mergulhão-de-crista, a frisada, a perdiz-do-mar e o
diversas espécies de fringilídeos.

Prosseguindo pela EN264-1, um pouco mais adiante (ao km 24) existe um viaduto sobre a via férrea (onde
por vezes se observa o
chasco-ruivo). Ao chegar ao km 23 pode virar-se à esquerda por uma pequena
estrada que conduz à
estação ferroviária de Panóias. O edifício da estação, actualmente devoluto, possui
um magnífico terraço, a partir de onde é possível ver os terrenos circundantes e que constitui um excelente
local para observar aves. A paisagem envolvente é dominada por pastagens e aqui é possível observar o
peneireiro-das-torres, a águia-calçada, o sisão e o abelharuco, bem como algumas espécies de
passeriformes.
Melhor época: Inverno e Primavera

Distrito: Beja
Concelho: Ourique
Onde fica: no Baixo Alentejo, cerca de 15 km a noroeste de Ourique e 50 km a sudoeste de Beja. Para quem
vem de Lisboa ou do Algarve, deve tomar o IC1 até Ourique. Quem proceda de
Castro Verde chega
facilmente a Ourique pela EN 123.
A estrada de acesso ao paredão oferece
uma boa perspectiva sobre a albufeira
A paisagem aberta junto à estação de Panóias
Na albufeira formada pela barragem do Monte da Rocha existem diversas ilhotas, que servem de refúgio às aves aquáticas
Fatbirder's Top 1000 Birding Websites
Caso pretenda conhecer outros locais para observar aves nesta região, sugerimos: