avesdeportugal.info
© avesdeportugal.info - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por CiberAjuda.com
Barragem de Santa Luzia
Esta barragem remota e pouco conhecida andou nas bocas dos
ornitólogos quando, em 2001, foi aqui avistada a rara
trepadeira-dos-muros. A espécie foi observada no local durante pelo
menos três anos seguidos, sendo possível que aqui inverne
regularmente.
De resto a visita justifica-se sobretudo pela espectacularidade do
local.
Melhor época: não existe informação

Distrito: Coimbra
Concelho: Pampilhosa da Serra
Onde fica: entre as serras da Estrela, da Gardunha e do Açor, numa zona remota e pouco acessível. A
viagem é feita por estradas sinuosas e demora cerca de 1 hora a partir da via rápida mais próxima.
O acesso a partir do litoral é feito pelo IC8 a partir de Pombal, tomando a N2 em Pedrogão Grande e depois
a N344 ate à Pampilhosa. Em alternativa, pode partir-se de Castelo Branco, seguindo-se pela N112 durante
60 km , virando depois à direita pela N344 ate a barragem. Um terceiro acesso é feito pelo Fundão, através
da N238 ate Orvalho (40 km), seguindo depois 15 km pela N112 e finalmente 6 km pela N344.


Caso pretenda conhecer outros locais para observar aves nesta região, sugerimos:
Perspectiva da barragem de Santa Luzia, vista da estrada que liga à Pampilhosa da Serra, vendo-se também a albufeira
Visita:
Quase todos os observadores que vêm este local
remoto procuram a rara e espectacular
trepadeira-dos-muros. Esta espécie deve ser
procurada no
paredão da barragem. O acesso ao
paredão e feito através da minúscula localidade de
Casal da Lapa, virando à esquerda na primeira
rotunda e tomando uma estreita estrada sem
saída que termina na entrada do paredão. A
trepadeira foi vista em diferentes ocasiões, tanto
no paredão como nas fragas adjacentes. Dado o
seu hábito de se esgueirar por entre as fendas,
esta espécie pode ser bastante dificil de detectar e
observar, sendo pois necessária muita paciência.

Abstraindo da trepadeira, o local é relativamente
pobre em aves. No paredão é facil ver as
andorinhas-das-rochas e nas fragas observa-se o
rabirruivo-preto e, por vezes, o falcão-peregrino.

Junto ao
Casal da Lapa, existe uma pequena zona
arborizada, onde ocorrem alguns passeriformes,
incluindo diversas especies de chapins, bem
como a
estrelinha-de-cabeça-listada e o
pisco-de-peito-ruivo. No Inverno, os lugres tem
sido aqui observados alimentando-se das pinhas
dos pinheiros-de-casquinha.

A estrada N344 para a Pampilhosa da Serra
atravessa uma zona muito desarborizada
(consequência dos incêndios que devastaram esta
região). Ao longo desta estrada podem ver-se o
cartaxo e a cia.
O paredão da barragem de Santa Luzia está construído
numa estreita e impressionante garganta quartzítica
Fatbirder's Top 1000 Birding Websites