avesdeportugal.info
© avesdeportugal.info - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por CiberAjuda.com
Serra da Gardunha
Erguendo-se a 1225 metros de altitude, a serra da Gardunha é uma das
elevações mais importantes da Beira Baixa. Algumas espécies de aves
características de zonas serranas atingem aqui o limite sul da sua área
de distribuição em Portugal.
Visita:
Para visitar a serra da Gardunha existem dois acessos possíveis: por Castelo Novo ou por Alcongosta.

O acesso de
Castelo Novo permite subir ao ponto mais alto da serra. Para o efeito deve sair-se da A23 no
nó de Castelo Novo e seguir as indicações que levam até esta localidade. Na aldeia propriamente dita há

rola-turca
e rabirruivo-preto e estorninho-preto. Vale igualmente a pena procurar o melro-azul na zona do
castelo. Na Primavera observam-se aqui bandos de
andorinhões-pretos e ouve-se  facilmente o canto do
papa-figos. Outras espécies facilmente observáveis na aldeia ou nas suas imediações são o abelharuco, a
poupa e a alvéola-branca.
Atravessando a aldeia e passando junto às instalações das "Águas do Alardo", é possível seguir por um
caminho sinuoso, que por entre penedos e giestas conduz até ao alto da serra. Ao longo da subida, alguns
pinheiros isolados, que escaparam aos incêndios, testemunham o coberto florestal que aqui existiu e são
aproveitados por aves como o
chapim-real ou a trepadeira-comum. No entanto, as encostas encontram-se
predominantemente despidas e assim as aves mais comuns são especies típicas de zonas de matos com
clareiras, como a
cotovia-arbórea, o cartaxo, a felosa-poliglota, a felosa-do-mato, o pintarroxo e a cia. O canto
do
rouxinol-comum pode ouvir-se com frequência durante a Primavera. No alto dos penedos observa-se por
vezes o
melro-azul.
Ao fim de 3 km surge uma bifurcação: em frente, para o topo da serra (os ultimos quilómetros são de
asfalto), para a direita, até à casa florestal de Castelo Novo - ambos os caminhos merecem uma
prospecção. Subindo pelo caminho da esquerda, atravessa-se uma zona de penedos onde ocorrem alguns
passeriformes característicos de zonas de altitude, como o
papa-amoras, a sombria e a cia. No alto da
serra
(onde existem diversas antenas de telecomunicações) existem relativamente poucas aves. Entre as
espécies que aqui costumam marcar presença são de referir o
cartaxo, o melro-azul e o corvo.

Saindo de Castelo Novo em direcção ao Fundão pela N18, chega-se à aldeia de
Alpedrinha. Aqui ocorre o
andorinhão-pálido (mais claro que o seu congénere andorinhão-preto, que ocorre em Castelo Novo). A
proximidade entre os locais de ocorrência das duas espécies oferece uma boa oportunidade de
comparação.

A partir de
Alcongosta é possivel explorar a vertente norte da serra. Para chegar a esta aldeia, seguem-se
as indicações a partir da N18 ou do Fundão. Ao chegar a aldeia, há que procurar os sinais que indicam
"Floresta" ou "Casa do Guarda". Segue-se então por uma estrada asfaltada que sobe por entre plantações
de diversas resinosas, entre as quais pinheiros-negros e pinheiros-de-casquinha. Uma paragem neste
local permitira ouvir diversas espécies florestais, como o
pombo-torcaz, o pisco-de-peito-ruivo, a
estrelinha-de-cabeça-listada, o chapim-de-poupa, o chapim-carvoeiro e o gaio. No Inverno já aqui têm sido
observados pequenos bandos de
lugres, alimentando-se nos pinheiros.
Prosseguindo por esta estrada, chega-se finalmente a "Casa do Guarda" - na Primavera, este é um bom
local para procurar o
papa-amoras. A partir daqui, um caminho de terra permite chegar às zonas mais
elevadas. Sugere-se uma subida até à zona das antenas (situada a cerca de 2 km) - aqui, a paisagem é
dominada por arbustos e rochedos, sendo um bom local para observar a sombria. Outras aves que aqui
ocorrem são a
cotovia-arbórea e a omnipresente cia.
Melhor época: Primavera

Distrito: Castelo Branco
Concelho:  Fundão
Onde fica: sensivelmente a meio caminho entre as cidades de Castelo Branco e Covilhã, imediatamente a
sul do Fundão. O acesso é feito pela auto-estrada A23, que liga Torres Novas à Guarda, saindo no nó do
Fundão ou no de Castelo Novo.


Caso pretenda conhecer outros locais para observar aves nesta região, sugerimos:
A parte superior da serra da Gardunha é formada por grandes blocos graníticos
A "floresta" existente na vertente norte é frequentada por chapins, trepadeiras, estrelinhas e às vezes lugres
Fatbirder's Top 1000 Birding Websites