avesdeportugal.info
© avesdeportugal.info - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por CiberAjuda.com
Lagoa de Albufeira
Esta lagoa, que constitui a maior zona húmida da Península de
Setúbal, é um excelente local para ver aves a pouca distância de
Lisboa.
Melhor época: todo o ano; é preferível escolher um dia de semana, já que ao fim-de-semana o número de
visitantes na zona é muito elevado.

Distrito: Setúbal
Concelho: Sesimbra
Onde fica: na costa ocidental, cerca de 20 km a sul de Lisboa e 30 km a oeste de Setúbal. O acesso é feito
pela auto-estrada A2 até ao nó do Fogueteiro, seguindo-se depois pela N378 e finalmente pela N377 em
direcção à lagoa de Albufeira.


Caso pretenda conhecer outros locais para observar aves nesta região, sugerimos:
A Lagoa da Estacada é o melhor local para observação de patos, caimões e outras aves aquáticas
Visita:
A maior parte da lagoa encontra-se vedada, contudo a observação pode ser feita sem dificuldade a partir da
estrada nacional 377. A primeira paragem é feita ao km 27, junto à ponte sobre a
Ribeira da Apostiça. Aqui é
possivel observar diversos passeriformes, como o
rouxinol-bravo, a fuinha-dos-juncos e o verdilhão.
Um pouco mais adiante, ao
km 28, existe um pequeno desvio onde é possível parar e fazer uma nova
observação sobre o caniçal. Este é um bom local para ouvir o
frango-d'água, embora esta espécie seja,
como sempre, de difícil visualização. Outras espécies que podem ser vistas ou ouvidas neste local incluem
o
tentilhão, o gaio, a estrelinha-de-cabeça-listada, o chapim-de-poupa, o chapim-real e o rouxinol-bravo.
Por fim, junto km 29 surge à direita a
Lagoa da Estacada. Trata-se do braço interior da Lagoa de Albufeira,
onde existe abundante vegetação emergente, que oferece abrigo a numerosas espécies de aves aquáticas,
com destaque para os anatídeos e os ralídeos. Este local merece pois uma pragem prolongada. Entre os
ralídeos, a estrela é o
caimão, que por vezes se deixa ver por entre a vegetação, especialmente de manhã
cedo. Também aqui ocorrem o
galeirão e a galinha-d'água. Quanto aos patos, a maior variedade surge no
Inverno, podendo observar-se o
pato-real, a frisada, a marrequinha e o pato-trombeteiro. Este local permite
ainda observar outras espécies interessantes, como o
mergulhão-pequeno, a garça-vermelha, o
guarda-rios, a andorinha-das-barreiras ou o rouxinol-pequeno-dos-caniços.
Por fim, pode visitar-se a
barra da Lagoa, embora esta zona seja, comparativamente, mais pobre. Aqui
podem ver-se o
borrelho-de-coleira-interrompida, o pilrito-das-praias, a gaivota-argêntea, a
gaivota-d'asa-escura e o garajau-comum. Ocasionalmente observa-se o mergulhão-de-pescoço-preto.
Junto à barra da lagoa, observam-se habitualmente pequenos bandos de gaivotas, garajaus e pilritos-das-praias.
A lagoa de Albufeira
é um
Sítio Ramsar.

Para saber mais
clique
aqui.
A lagoa de Albufeira
é uma
ZPE (Zona
de Protecção
Especial para a
Avifauna)
.

Para saber mais
clique
aqui.
Fatbirder's Top 1000 Birding Websites