avesdeportugal.info
© avesdeportugal.info - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por CiberAjuda.com
Miranda do Douro
No extremo nordeste do território continental, a vetusta cidade de
Miranda do Douro encontra-se numa das zonas mais ricas do país
em termos de avifauna nidificante. É um local privilegiado para a
observação de aves de rapina e de diversas espécies rupícolas. Esta
riqueza, associada à beleza da paisagem, torna esta região
“obrigatória” para qualquer ornitólogo.
Para sul da cidade fica a aldeia de Cércio. O percurso entre Miranda e Cércio tem cerca de 4 km e pode
facilmente ser percorrido a pé. Nesta zona a paisagem é composta por pequenos bosquetes, alternando
com parcelas agricultadas. Ao longo deste percurso é possivel observar um grande número de espécies,
incluindo a rara
cegonha-preta e o abutre do Egipto, bem como diversas espécies de passeriformes,
incluindo
cotovia-arbórea, rouxinol-comum, melro-azul, tordoveia, toutinegra-real, felosa de Bonelli,
papa-figos, picanço-barreteiro e bico-grossudo. Aqui ocorrem também o mocho-pequeno-d'orelhas e o
torcicolo.
Situado alguns quilómetros a norte de Miranda, o miradouro de São João das Arribas é um bom local para ver abutres
Visita:
O
centro histórico de Miranda alberga uma colónia de andorinhão-preto e é um local de ocorrência regular
pousando sobre os edifícios. Junto às ruínas do castelo pode observar-se o
pardal-francês e fora das
muralhas os arbustos estão cheios de
rouxinóis-comuns. Não muito longe da cidade pode ouvir-se o noitibó
da Europa, o noitibó-de-nuca-vermelha e o bufo-real.
Um pouco abaixo da cidade fica a barragem de Miranda, onde é possível observar o
andorinhão-real, que
nidifica nas arribas. Também se podem observar aqui a
andorinha-das-rochas, o rabirruivo-preto e a
gralha-de-nuca-cinzenta. Ocasionalmente aparece neste local a cegonha-preta.
As arribas em frente à cidade de Miranda do Douro são um local de ocorrência do andorinhão-real
Um pouco para norte vale a pena percorrer a estrada ou o caminho até Vale de Águia. Este é um local
privilegiado para a observação de grandes aves de rapina, como a
águia-real, o grifo e o abutre do Egipto.
Também aqui ocorre a
cegonha-preta. Os bosques circundantes, compostos por freixos e carvalhos,
albergam um grande número de aves terrestres, incluindo
pombo-torcaz, rola-brava, cotovia-arbórea,
melro-azul, felosa-poliglota, toutinegra-carrasqueira, felosa de Bonelli, trepadeira-azul, papa-figos,
picanço-barreteiro, bico-grossudo e escrevedeira-de-garganta-preta.
O percurso que conduz a Cércio é rico em aves terrestres, destacando-se, pela sua raridade, a toutinegra-real e o torcicolo
observar o vale do Douro. A partir deste local é possível obter excelentes perspectivas do abutre do Egipto
voando sobre o vale. Neste local ocorrem igualmente o
milhafre-preto, o pombo-torcaz, o andorinhão-real, a
andorinha-das-rochas, a toutinegra-carrasqueira, o papa-figos e o corvo.


Melhor época: Março a Junho

Distrito: Bragança
Concelho: Miranda do Douro
Onde fica: A cidade de Miranda fica no extremo nordeste de Portugal, cerca de 60 km a sueste de Bragança.
É servida pela estrada nacional 221, que vem da Guarda.


Caso pretenda conhecer outros locais para observar aves nesta região, sugerimos:
Na zona de Vale de Águia, existem bosquetes de freixos, que são frequentados pelo bico-grossudo
Fatbirder's Top 1000 Birding Websites