© avesdeportugal.info - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por CiberAjuda.com
Tomar
Melhor época: Inverno e Primavera
Distrito: Santarém
Concelho: Tomar
Onde fica: No Ribatejo, cerca de 25 km a norte de Torres Novas. Vindo de Norte ou de Sul, tem como via
mais directa a A1. Ao km 94, tome a saída para a A23, siga por essa estrada até ver a indicação de Tomar
pelo IC3. 5 a 10 minutos mais tarde verá a placa indicativa de saída para Tomar pela N110. Siga por aí e
dentro de pouco tempo chegará ao destino.
Para chegar ao Agroal, para quem se desloca do concelho de Tomar, tome a estrada de Ourém/Leiria e
corte à direita na placa que diz Agroal, poucos quilómetros acima da povoação de Carregueiros. Daí até ao
destino são aproximadamente 8 km.


Caso pretenda conhecer outros locais para observar aves nesta região, sugerimos:
Vista do Castelo sobre a cidade de Tomar
Esta cidade templária, rica em história e tradição, apresenta ao visitante
uma variedade interessante de aves. A passagem do rio Nabão pelo
centro da cidade e a existência de grandes manchas verdes (Ilha do
Mouchão e Mata Nacional dos Sete Montes) são factores determinantes
para que isso aconteça. Por ser uma cidade bastante movimentada as
aves estão habituadas à presença de pessoas, deixando-se observar
facilmente.
Nos arredores da cidade, encontram-se alguns locais de uma beleza
singular, o Agroal é um exemplo disso.
Ao longo das ruas de Tomar pode ouvir-se o canto arrastado do rabirruivo-preto, no ar voa o
andorinhão-preto. As andorinhas-dos-beirais nidificam em vários pontos da cidade, sendo muito
conspícuas. A
andorinha-das-chaminés é visitante ocasional, sendo mais frequente nos arredores da urbe.

Descendo a rua Corredora, chega-se à antiga Ponte Romana, sobre o
rio Nabão. Este local é frequentado
pelo
goraz. De manhã ou ao fim da tarde poderá observá-lo a pescar no rio. Durante o resto do dia
procure-o nas árvores da margem. O
pica-pau-galego é frequente nestas mesmas árvores. Nalguns anos
secos, em que o rio corre mais baixo, os
borrelhos-pequenos-de-coleira alimentam-se nos bancos de areia
que se formam. No Inverno são frequentes os
corvos-marinhos e a garça-real, que na época de reprodução
se torna mais rara.

Na
Ilha do Mouchão os melros-pretos e as alvéolas-brancas procuram alimento na relva. A alvéola-cinzenta
prefere alimentar-se junto à água. Nos muros ao longo do rio nidificam as
andorinhas-das-barreiras. Esteja
atento, o
guarda-rios usa a vegetação ribeirinha como posto de vigia, não perca a oportunidade de o ver!
No Inverno, o
lugre alimenta-se nos amieiros e plátanos existentes.

O
Agroal, localizado na bacia hidrográfica do rio Nabão, possui características únicas: a diversidade vegetal
desta zona, aliada à existência de escarpas que marginam o rio e à abundância de água durante todo o
ano, faz deste local o habitat perfeito para uma avifauna rica e variada.
Nas galerias ripícolas ouve-se o canto do
rouxinol-comum e da toutinegra-de-barrete-preto. No matagal
mediterrânico observam-se a
felosa-do-mato e o picanço-barreteiro.
Nas escarpas calcárias abrigam-se o
melro-azul e algumas rapinas típicas deste habitat, como o
falcão-peregrino e o bufo-real. No Verão pode observar-se a ógea a caçar libélulas.
Agroal, matagal mediterrânico
Visita:
Deixe o carro à entrada da cidade (existe um grande parque de estacionamento perto do terminal rodoviário)
e passeie a pé. Aproveite para visitar a
Mata Nacional dos Sete Montes, a entrada é junto ao Posto de
Turismo. O percurso ao longo deste belo jardim na Primavera permite-lhe ouvir e ver várias espécies de
passeriformes comuns: a
carriça, o pisco-de-peito-ruivo, o tentilhão e o chamariz. Outras serão mais difíceis
de observar, o
bico-grossudo é uma delas, pois é muito discreto e tem o hábito de frequentar as copas das
árvores. De entre as aves de rapina, uma das mais fáceis de observar é a
águia-calçada, que sobrevoa toda
a cidade.
As
andorinhas-das-rochas nidificam nos claustros do Convento de Cristo, podendo ser observadas a voar
sobre a Mata e em redor do Castelo.
A Mata dos Sete Montes possui uma enorme variedade de espécies vegetais
Fatbirder's Top 1000 Birding Websites