avesdeportugal.info
© avesdeportugal.info - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por CiberAjuda.com
Vilamoura
Vilamoura tornou-se, desde há duas décadas, um ícone do turismo
de luxo no Algarve e a expansão urbana continua. Imediatamente ao
lado, algumas manchas de caniçal têm subsistido e um pouco mais a
oeste foi criado um parque ambiental.
Visita:
Os locais de interesse ornitológico situam-se, maioritariamente, para oeste do complexo turístico de
Vilamoura.

O
caniçal de Vilamoura pode ser observado a partir da ponte na Avenida Praia da Falésia (que começa na
Avenida Engenheiro João Meireles). Aqui observam-se facilmente o
corvo-marinho-de-faces-brancas, a
garça-real, o galeirão-comum, o rouxinol-bravo e, na Primavera, o rouxinol-pequeno-dos-caniços. No Inverno
é habitual ver aqui um ou dois
tartaranhões-ruivos-dos-pauis (que circulam patrulham este local e o vizinho
Parque Ambiental). As zonas arborizadas ao longo das avenidas são frequentadas por
pintassilgos,
verdilhões e, por vezes, bandos de pegas-azuis.
Nas imediações de Vilamoura existem diversos
campos de golfe (geralmente visíveis a partir das estradas),
onde é habitual ver-se bandos de
galeirões, garças-boieiras e outras aves aquáticas.

O
Parque Ambiental de Vilamoura situa-se um pouco a oeste. A melhor forma de encontrar este local
consiste em seguir pela N125 até ao km 81,7 virando na direcção da Praia da Oura. Um quilómetro mais
adiante, no lugar de Cerca da Areia, vira-se novamente à esquerda na direcção de Quarteira. Por fim, ao
chegar perto da Estalagem da Cegonha / Centro Hípico de Vilamoura, deve procurar-se a rotunda numero 2
e a partir daí segue-se por um caminho de terra (onde por vezes aparecem bandos de
perdizes) durante 2,2
km - o último quilómetro encontra-se em mau estado mas pode geralmente ser percorrido de carro, excepto
após grandes chuvadas. Surge então do lado esquerdo o observatório de aves, sob a forma de uma
pequena casota de madeira, que permite observar a lagoa adjacente. Neste local, orlado de caniço e tabua,
podem observar-se o
caimão, o mergulhão-pequeno, a galinha-d’água e o guarda-rios, bem como alguns
passeriformes, tais como o rouxinol-bravo e, no Inverno, o
pisco-de-peito-azul, a felosa-comum e o chapim-
de-faces-pretas; os campos envolventes são usados no Outono por passeriformes migradores, como o
chasco-cinzento e no Inverno observam-se aqui a alvéola-branca e a petinha-dos-prados.
Melhor época: desconhecida

Distrito: Faro
Concelho: Albufeira
Onde fica: na costa sul do Algarve, a meio caminho entre Albufeira e Faro e poucos quilómetros a oeste de
Quarteira. O acesso a Vilamoura é feito pela A22, saindo no nó que indica Quarteira e Vilamoura. Em
alternativa pode seguir-se pela N125 a partir de Faro, Loulé ou Albufeira.


Caso pretenda conhecer outros locais para observar aves nesta região, sugerimos:
Aspecto do caniçal de Vilamoura visto a partir da ponte na Avenida Praia da Falésia
Fatbirder's Top 1000 Birding Websites