avesdeportugal.info
© avesdeportugal.info - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por CiberAjuda.com
Coruja-do-mato
Strix aluco
Ouvido numa noite silenciosa de Inverno, o grito nocturno da coruja-do-mato pode ser verdadeiramente
assustador. Esta espécie de hábitos estritamente nocturnos é mais frequentemente ouvida que vista.
Identificação
Esta coruja de tamanho médio tem a plumagem
castanha com malhas claras, mas apresenta menos
contrastes que as outras espécies de rapinas
nocturnas. Quanto em voo, nota-se o tom acastanhado,
o que permite distingui-la da
coruja-das-torres, e as
asas relativamente curtas e arredondadas, o que a
distingue do
bufo-pequeno e da coruja-do-nabal.O seu
canto característico, composto por duas notas (uma
simples, seguida de uma outra em trémulo), é a melhor
forma de localizar e identificar esta coruja.


Abundância e calendário
A coruja-do-mato é residente em Portugal e o seu canto
pode ser ouvido durante todo o ano (embora com
menos frequência no final do Verão).
A espécie distribui-se de norte a sul do país, mas a sua
abundância varia fortemente de umas zonas para
outras, sendo mais frequente na metade sul do país. É
particularmente comum nos extensos montados de
sobro e azinho e em certos pinhais maduros. É mais
rara em zonas sem árvores ou de grande altitude, bem
como em áreas fortemente urbanizadas.
Onde observar

Para além dos locais indicados, esta espécie pode ser encontrada em muitos outros sítios de
norte a sul do país, especialmente em zonas densamente florestadas. A coruja-do-mato deve ser
procurada durante a noite, pelo menos uma hora depois do pôr-do-sol.

Entre Douro e Minhoalguns locais onde esta espécie pode ser ouvida incluem as
serras de Arga e do Gerês. e também a zona de Guimarães.

Trás-os-Montesocorre na serra de Montesinho e na zona de Miranda do Douro.

Litoral centrotanto o pinhal de Leiria como o pinhal de Mira são bons locais para
escutar esta rapina nocturna, que também ocorre junto ao paul da Madriz. e na zona de
Estarreja-Salreu.

Beira interiortrata-se de uma espécie que pode ser ouvida no Tejo Internacional, nas
Portas de Ródão e na zona do Sabugal.

Lisboa e Vale do Tejoocorre no estuário do Tejo, nomeadamente na zona de Pancas,
podendo também ser escutada na cidade de Lisboa, onde há registos da presença no
Jardim Botânico, no Tapada da Ajuda e no Parque de Monsanto. A serra de Sintra é outro
dos locais onde a coruja-do-mato pode ser detectada com frequência, bem como a serra
da Arrábida e os montados de Coruche, onde ocorre em boas densidades.

Alentejoalguns locais do litoral desta região parecem estar entre os melhores no país
para a observação das corujas-do-mato, nomeadamente os montados do estuário do
Sado, a serra de Grândola e o vale do Mira. Mais para o interior, a espécie pode ser ouvida
facilmente na ribeira do Divor, nos montados de Cabeção, na zona de Castelo de Vide e
junto à albufeira de Montargil, assim como na região de Barrancos.

Algarvea serra do Caldeirão é dos melhores locais nesta região para a detecção da
coruja-do-mato, bem como a Rocha da Pena e a serra do Espinhaço do Cão.
Fatbirder's Top 1000 Birding Websites