avesdeportugal.info
© avesdeportugal.info - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por CiberAjuda.com
Rola-turca
Streptopelia decaocto
O canto trissilábico da rola-turca é hoje uma presença constante em muitas vilas e aldeias portuguesas.
Este facto é surpreendente, se se tiver em conta que há apenas 20 anos a espécie era muito rara em
Portugal.
Identificação
Quando está pousada, esta rola de plumagem acastanhada distingue-se facilmente da rola-brava pela
plumagem mais lisa e pelo meio-colar preto que apresenta na parte superior do pescoço (por este motivo
também é conhecida pelo nome de rola-de-colar). Em voo é visível uma grande quantidade de branco na
cauda, como que formando uma larga barra. Pode confundir-se com a “rola-mansa”, da qual se distingue
pelo maior tamanho e pelo canto.

Abundância e calendário
A rola-turca é actualmente uma espécie abundante em Portugal Continental e que está presente em quase
todas as zonas habitadas de norte a sul do país, sendo por isso uma espécie bastante fácil de encontrar,
excepto nas zonas montanhosas, onde está ausente.
É uma ave residente, que pode ser observada durante todo o ano.
Onde observar

Há apenas 20 anos a rola-turca observava-se apenas em meia dúzia de locais do litoral e há 10
anos era rara na maior parte do interior, mas hoje pode ser vista com relativa facilidade na maior
parte do território nacional, sendo apenas rara acima dos 900 metros de altitude.

Entre Douro e Minhoobserva-se facilmente nas principais localidades ao longo da faixa
costeira, por exemplo em Viana do Castelo ou no estuário do Cávado.

Trás-os-Montespode ser vista com mais facilidade em centros urbanos, como
Bragança e Mogadouro, sendo mais rara nas serras.

Litoral centro –  é fácil de ver em Aveiro, na Figueira da Foz, em São Pedro de Muel e em
São Martinho do Porto.

Beira interior menos abundante que no litoral, mas com uma distribuição ampla, pode
ser vista junto a numerosas vilas e aldeias, como Celorico da Beira, Aldeia da Ponte
(Sabugal) ou Segura. Tambem é possível encontrar estas rolas junto à albufeira da
Marateca e na aldeia de Castelo Novo (serra da Gardunha).

Lisboa e Vale do Tejonesta região a rola-turca é particularmente abundante ao longo da
costa do Estoril, mas pode também ser facilmente vista em Sesimbra, na Ericeira, no
cabo da Roca e na cidade de Lisboa.

Alentejo ocorre principalmente junto aos aglomerados populacionais e pode ser
observada nas zonas de Moura, Ferreira do Alentejo e Castro Verde, mas também ocorre
em Nisa, na serra de São Mamede e nas imediações de Castelo de Vide e Marvão. Pode
também ser vista junto a algumas barragens, como as da Póvoa, de Montargil, do
Maranhão, do Roxo e do Monte da Rocha.

Algarve está presente ao longo de toda a costa sul, podendo observar-se por exemplo
na zona de Sagres, na ria de Alvor, junto às lagoas do Garrão e das Dunas Douradas ou
na Quinta do Lago.
Fatbirder's Top 1000 Birding Websites