avesdeportugal.info
© avesdeportugal.info - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por CiberAjuda.com
Toutinegra-real
Sylvia hortensis
A maior das toutinegras portuguesas é também a mais difícil de observar. O conhecimento do seu canto
pode ser um auxiliar precioso para localizar esta espécie.
Identificação
Grande toutinegra, que se identifica sobretudo pelo tamanho e pelo canto. O macho é cinzento com um
característico barrete preto (que é geralmente o elemento mais visível na plumagem). Apresenta um
característico olho branco, mas este pormenor nem sempre é fácil de notar. A fêmea e o juvenil são
acastanhados.

Abundância e calendário
Pouco comum e com uma distribuição muito fragmentada, a toutinegra-real não pode ser considerada
comum em nenhum local do país. Frequenta zonas com arvoredo de médio porte, nomeadamente
montados de azinho e, no nordeste, lameiros. Esconde-se na copa das árvores, o que torna a sua
observação complicada. Esta espécie é estival e pode ser ouvida a cantar sobretudo de meados de Abril a
meados de Junho.
Onde observar

O nordeste do território é, sem dúvida, a zona mais favorável à observação desta espécie.

Trás-os-Montesa região do Douro Internacional, particularmente na zona de Miranda do
Douro, é um dos locais onde a toutinegra-real é mais frequente.

Beira interiorobserva-se ao longo da raia, nomeadamente na zona de Vilar Formoso e
no Tejo Internacional.

Alentejodistribui-se esparsamente pelo interior, havendo registos um pouco por toda a
região; as regiões de Barrancos e Mértola são alguns dos locais onde a espécie parece
ser mais regular.

Algarveocorre no interior da região, nomeadamente na serra do Caldeirão.
Sabe quando chegam
as primeiras toutinegras-reais?
Veja as datas
aqui
Fatbirder's Top 1000 Birding Websites